Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

francisco luís fontinha

Nunca vi o mar, A minha mãe sonâmbula nas noites de cacimbo desenhava o mar no teto da alcofa, um círculo com olhos verdes e sorrisos e cheiros que aprendi a distinguir antes de adormecer, e eu, e eu... francisco luís fontinha.

francisco luís fontinha

Nunca vi o mar, A minha mãe sonâmbula nas noites de cacimbo desenhava o mar no teto da alcofa, um círculo com olhos verdes e sorrisos e cheiros que aprendi a distinguir antes de adormecer, e eu, e eu... francisco luís fontinha.


26.06.14

Porque teimas em silenciar-me,

se amanhã não existo...

 

Porque não percebes que o meu corpo são pedacinhos de xisto,

milímetros de muro com sorriso para o rio,

porque dizes que as minhas palavras são cadáveres em movimento,

cabelos enrolados no vento,

esperando o acordar da madrugada,

espelhos esmigalhados com mãos de amar, espelhos... espelhos apodrecidos na calçada,

 

Espelhos desventrados,

esperando que a janela da insónia se abra,

e... e entre a claridade nos teus lábios,

 

Porque teimas em silenciar-me,

se amanhã não existo...

 

Se amanhã sou espuma,

cansaço,

e... e mar,

porque amanhã os pedacinhos de xisto que habitam no meu corpo...

são... migalhas,

pó,

 

Nada...

agulhas,

 

E... e não me esperes mais,

porque os muros... porque os muros depois de morrerem...

jamais renascerão para o teu desejo de me cansar,

 

Nada...

agulhas,

 

Se amanhã sou espuma,

cansaço,

e... e mar,

 

Se amanhã sou... se amanhã sou o teu amante disfarçado de luar...

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Quinta-feira, 26 de Junho de 2014

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub